Importância de Exames periódicos – Você conhece? Descubra!

Importância de Exames periódicos – Você conhece? Descubra!

Em suma, todo mundo bem sabe que realizar exames com certa periodicidade, como os checkups por exemplo, são de vital importância para detectar problemas de saúde e traçar estratégias de tratamento ou prevenção. Neste mesmo contexto, o mesmo vale para os funcionários e colaboradores de uma determinada empresa. Desta forma, o post de hoje, irá se aprofundar na importância de exames periódicos para a sua saúde, seja você pessoa física, funcionário ou empresário.

A seguir, descubra como funciona a avaliação médica, qual a importância de exames periódicos e quando os realizar. Além é claro, de descobrir a importância de exames periódicos para as empresas, como funcionam nestes casos, prazos e legislação vigente.

Qual a importância de exames periódicos?

Em geral, os exames médicos periódicos são fundamentais para avaliar de forma completa o estado de saúde do paciente. Desta forma, se você é uma pessoa que se preocupa em ter um estilo de vida mais saudável, você precisa saber que isso vai além de ter uma boa alimentação e regularidade em praticar atividades físicas. Logo, é preciso cuidar da saúde como um todo. E é exatamente neste contexto, que a realização de consultas e a importância de exames periódicos entram.

De acordo com os especialistas, realizar exames periódicos, como os checkups por exemplo, é importantíssimo e deveria fazer parte da rotina médica de todas as pessoas. Uma vez que, permite, através da realização de diversos exames, avaliar de forma completa a saúde do paciente. Bem como, auxiliar na detecção de possíveis alterações no organismo ou doenças que em muitos casos, só apresentam sintomas quando estão em estágios bem avançados. Desta maneira, o acompanhamento com exames periódicos pode ajudar em um diagnóstico precoce e se tornar fundamental para o sucesso do tratamento.

Como funciona a avaliação médica e quando realizar?

Geralmente, para buscar por uma avaliação médica, você não precisa necessariamente ter um problema de saúde. Pois, como observamos no tópico anterior, a grande maioria das doenças não apresentam sintomas em seus estágios iniciais. O que sem dúvidas, nos faz perceber a importância de exames periódicos. No entanto, em alguns casos em específico, é recomendado um acompanhamento mais pontual. Como por exemplo, nos casos de pessoas com doenças pré-existentes, idade avançada, histórico familiar de doenças genéticas, sinais ou sintomas de possíveis doenças, entre outros.

Normalmente, durante a avaliação médica, o clínico ou especialista, levará em consideração todo o seu histórico. Principalmente, o seu histórico familiar de doenças. Além é claro, de levar também em consideração, o seu histórico profissional. Neste contexto, os exames requisitados são aqueles que mais se adequam ao caso estudado. Logo, a avaliação é personalizada e varia de acordo com o perfil do paciente. Para conferir os exames realizados em um checkup, bem como outras informações clique aqui.

A importância de exames periódicos para as empresas

Como provavelmente você deve saber, toda a empresa possui a obrigação de manter boas condições de trabalho para os seus funcionários. Bem como, oferecer-lhes um ambiente seguro e saudável para executarem as suas funções.

No entanto, algumas funções requerem a exposição de riscos definidos e específicos. Tais como: físicos, químicos, ergonômicos ou biológicos. Logo, os exames ocupacionais devem ser realizados a fim de garantir a boa saúde dos funcionários expostos.

Desta forma, a preocupação da realização, assim como, o entendimento da importância de exames periódicos deve ser também um dever do empregador. Que neste contexto, precisa estar atento as condições de saúde de seus funcionários. Além de ser um dever, vale ressaltar que este é também um direito assegurado ao trabalhador e previsto na legislação vigente.

Embora você possa imaginar a grande importância de exames periódicos, bem como, a sua realização para a sua saúde ou dos trabalhadores, infelizmente, muitas empresas ainda não se adequaram aos procedimentos obrigatórios que são atualmente exigidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Mesmo que estes, tragam benefícios aos trabalhadores e empresários. Uma vez que é claro, previne possíveis danos à saúde do funcionário, diminui a incidência de afastamento e possam evitar possíveis problemas jurídicos.

Como funciona a avaliação médica durante os exames periódicos?

Como dito anteriormente, cada função executada por um trabalhador, possui um risco definido específico. No geral, são categorizados como:

· Físicos: sendo estes: ruídos, vibração, unidade, pressão, radiação ionizante, temperatura etc.;

· Químicos: como exposição a substâncias tóxicas, venenosas, corrosivas, cancerígenas etc.;

· Biológicos: como exposição a vírus, bactérias, bacilos e assim por diante;

· Ergonômicos: que em geral são relacionados ao esforço físico, movimentos repetitivos, problemas posturais etc.;

· Acidentais: que como o próprio nome diz, expõe o trabalhador a possíveis acidentes.

Desta forma, a avaliação e exames médicos solicitados aos trabalhadores, variam de acordo com o exercício de suas funções. Logo, os exames médicos devem estar de acordo com os riscos descritos na função em específico no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Em geral, a avaliação resulta no preenchimento do Atestado de Saúde Ocupacional, mais conhecido como ASO. Neste documento, devem constar todas as informações do trabalhador, do médico, da empresa, setor e função. Além é claro, do grau de risco e exames realizados. Vale ressaltar que, a não realização destes exames podem acarretar multas e punições para a

empresa. Logo, além de observada a importância de exames periódicos, são também um direito de todo o trabalhador.

Prazos para realização dos exames periódicos e Legislação Vigente

Mais do que constatada a importância de exames periódicos, é importante ressaltar que as empresas segundo as regras descritas na Norma Regulamentadora 7 (NR 7) são obrigadas a elaborar e implementar o PCMSO.

Segundo a Norma, os tipos de exames que devem fazer parte da avaliação, são: avaliação clínica com anamnese, exame físico e mental, bem como, exames complementares. Ainda de acordo com a NR, os prazos para a sua realização, assim como seu intervalo, variam de acordo com a natureza de cada exame. Além é claro, da particularidade de cada caso.

Vale ressaltar ainda que, os exames periódicos variam de acordo com a idade, exposição e atividade de risco. Podendo, conter ou não a presença de problemas de saúde prévios, como doenças crônicas.

Por exemplo, no caso de funcionários portadores de doenças crônicas ou que são expostos em seus ambientes laborais a riscos ocupacionais, os exames devem ser realizados anualmente. Podendo inclusive, serem requisitados com intervalos menores. O que irá determinar este intervalo, será a orientação do médico ou quando houver notificação do agente de inspeção do trabalho.

Por outro lado, os demais trabalhadores que não se encaixarem no descrito acima, a periodicidade recomendada é de cada dois anos. Entretanto, os maiores de 45 anos e menores de 18 anos, devem realizar os exames anualmente.

Com o exposto no decorrer deste artigo, conseguimos entender a importância de exames periódicos, tanto para pessoas físicas quanto para os funcionários e empresários. Dito isso, marque uma consulta com um de nossos especialistas e mantenha a sua saúde sempre em dia!

Tags:
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,